Notícias

A proposta de adotar o modelo de capitalização é uma das mais perversas medidas previstas na reforma da Previdência de Jair Bolsonaro (PSL). O que não deu certo em países cujo modelo foi adotado, como Chile, Colômbia, Peru e México, Bolsonaro quer trazer para o Brasil. Ele quer entregar para bancos privados a administração da poupança que o trabalhador terá de fazer para se aposentar.

Leia Mais