Notícias

Nesta quarta (15) profissionais da educação do setor público e privado e estudantes secundaristas e universitários se uniram a trabalhadores de todas as categorias, paralisaram atividades e realizaram manifestações e protestos contra a “reforma” da Previdência e o congelamento de verbas da educação, propostas do governo de Jair Bolsonaro. Mais de um milhão e meio de estudantes e trabalhadores foram às ruas de centenas de cidades em todo o Brasil.

Em Natal, cerca de 70 mil pessoas participaram da mobilização. A manifestação teve início por volta das 15 horas, logo após o encerramento da aula pública realizada no ginásio do Campus Central do IFRN, que contou com a presença de Guilherme Boulos, ex-candidato à Presidência pelo PSOL.

Empunhando cartazes e protestando contra os cortes de recursos na Educação e contra a reforma da previdência, os manifestantes caminharam ao longo da BR-101 em direção à Praça da Árvore, onde o ato foi encerrado. Entre as muitas palavras de ordem ouvidas, uma muito significativa foi bastante entoada: “A nossa luta unificou / É o estudante junto com o trabalhador”.

Dirigentes do Sinttel, compreendendo a gravidade dos ataques que a classe trabalhadora e a sociedade em geral vem sofrendo com os desmandos do governo, participaram ativamente das manifestações realizadas.

Deixe uma resposta

Comentário
Nome*
Email*
Website*