Notícias

ASSEMBLEIAS NOS DIAS 14/08 (PARNAMIRIM) E 15/08 (SÃO GONÇALO DO AMARANTE), DAS 12 ÀS 18 HORAS.

Após vários meses de negociação, o longo e exaustivo debate entre o Sinstal (sindicato patronal), os representantes das empresas Teleperformance, Atento e LIQ (ex Contax), e os dirigentes dos Sintteis do RN, CE, BA, GO e AC, resultou numa proposta final a ser submetida à avaliação dos trabalhadores, em assembleia. Confira:

=> Mudança da data base de 1º de julho para 1º de janeiro.
=> Piso salarial fixado em R$ 954,00 a partir de 1º de agosto de 2018. Em janeiro de 2019 o piso salarial será automaticamente equiparado ao valor do novo salário mínimo nacional.
=> Reajuste de 1,81% a partir de 1º de agosto de 2018 para os demais empregados que recebem salários acima do piso e que ocupam cargos até o nível de coordenador. Estes mesmos empregados terão, em janeiro de 2019, um novo reajuste de 1,81% sobre os salários praticados em dezembro de 2018.
=> Abono indenizatório no valor de R$ 119,00 referente ao período de janeiro a julho de 2018, a ser pago em até 10 dias após a aprovação da proposta, proporcionalmente ao período trabalhado em 2018.
=> Reajuste de 2% sobre os valores de VR/VA (retroativamente à julho/2018) e Auxilio Creche (a partir de agosto/2018).
=> Aumento de mais um dia de licença, por ano, nos casos de acompanhamento de internação ou consulta de filho(a) menor, de até 12 (doze) anos de idade. Para os filhos com necessidades especiais não haverá limite de idade.
=> Manutenção de todas as demais cláusulas do instrumento coletivo de trabalho anterior.
=> PLR 2017: pagamento do valor de R$ 100,00 para todos os trabalhadores (até os níveis abaixo de gerente), proporcional ao número de meses trabalhados em 2017.

Esta é a proposta apresentada para os trabalhadores da Teleperformance, que deverá ser debatida e votada em assembleia geral da categoria. Para os trabalhadores das demais empresas de teleatendimento que cumprem a convenção coletiva, a proposta tem condições diferentes no que diz respeito ao reajuste do piso e dos salários e, consequentemente, do abono salarial. Entenda:

• Piso salarial continua sendo de R$ 937,00 até o fim do ano. Somente em janeiro de 2019 é que o valor do piso será equiparado ao valor do salário mínimo nacional.
• Reajuste de 1,81% apenas a partir de 1º de janeiro de 2019 para os demais empregados que recebem salários acima do piso, exceto diretores, superintendentes, gerentes e coordenadores.
• Abono indenizatório no valor de R$ 204,00 para os trabalhadores que recebem o piso salarial, a ser pago em até 10 dias após a aprovação da proposta. Para os trabalhadores que recebem salários acima do piso, o abono será equivalente a 10,86% do valor do salário.
• As demais condições da proposta são idênticas, com exceção do PLR 2017 no caso da LIQ (ex Contax), onde não haverá pagamento.

A DECISÃO FINAL É DOS TRABALHADORES

O Sinttel entende que a proposta ainda deixa a desejar, mas cumpre o dever de levar o resultado da negociação à apreciação da categoria, que é o juiz soberano. É fundamental que os trabalhadores leiam com atenção a proposta final, tirem todas as dúvidas e compareçam à assembleia para deliberar sobre a sua aprovação ou não, bem como os próximos passos da campanha salarial 2018/2019. Na próxima semana dirigentes do Sinttel estarão nos sites da Teleperformance distribuindo material informativo e esclarecendo a proposta.

PARA MUDAR A PROPOSTA TEM QUE IR À LUTA!

Com a responsabilidade de sempre, o Sinttel esclarece que para mudar a proposta apresentada pelas empresas será preciso muita firmeza e unidade por parte dos trabalhadores.

Caso a proposta não seja aprovada, o Sinttel, desde já, convoca todos os trabalhadores para, na sequência, discutir formas de lutas (paralizações, mediação, dissídio, greve e outros), pois uma vez que a negociação direta entre as partes está encerrada, para mudar qualquer item nessa proposta será preciso arregaçar as mangas com muita firmeza e determinação. Afinal, só conquista quem luta!

E caso os trabalhadores decidam aprovar a proposta, caberá ao Sinttel assinar o novo instrumento coletivo de trabalho e acompanhar o cumprimento dos pagamentos/compromissos firmados pelas empresas, especialmente a Teleperformance.

Serviço

Assembleia Geral Extraordinária, realizada em duas sessões, a primeira no dia 14 de julho de 2018, no endereço à Rodovia BR 101 – Condomínio Espace Center, Parnamirim/RN, e a segunda no dia 15 de julho de 2018, no endereço à Avenida Bacharel Tomaz Landim, S/N, Jardim Lola, São Gonçalo do Amarante/RN. Ambas as sessões serão iniciadas às 12 horas e permanecerão em aberto para discussão e coleta de votos até às 18 horas. A assembleia tratará da seguinte ordem do dia: a) avaliar, debater e votar a proposta das empresas para celebração dos instrumentos coletivos de trabalho para 2018/2019

5 comentários para Enfim, a proposta final!

  • Luana

    Já sou contra, isso é ridículo, somos trabalhadores e não escravos!

    Responder
    • Brenda

      Palhaçada viu , cada dia o Sindicato decepciona mais !

      Responder
  • Edvanilson Lopes da Silva

    Sindicato não está representando trabalhador algum, salário teve reajuste desde janeiro deste ano vamos ter que esperar para janeiro do ano que vem para receber o de 2018? Palhaçada sindicato, e quando receberei o de 2019? Em 2020? Que reapresentação é essa caia fora e deixe a própria empresa reajustar de acordo com o Ministério de trabalho. Não é vocês que precisam deste trabalho afinal tem estabilidade somos uma grande maioria que está cansada desse jogo de empurra empurra. NÃO NOS REPRESENTA.

    Responder
  • CRISTINA

    NOJO!

    Responder
  • Alienne

    Vocês não sabem ler? QUEM APRESENTA A PROPOSTA SÃO AS EMPRESAS. AS EMPRESAS! A função do Sindicato é apresentar a nós o que foi proposto,cabe a nós aceitarmos ou NÃO. Seria muita inocência achar que é o Sindicato que tá tentando empurrar isso as empresas, coitadinhas, doidinhas pra nós pagar algo justo, mas o Sindicato malvadao não quer deixar…acorda!!

    Responder

Deixe uma resposta

Comentário
Nome*
Email*
Website*